Republicano Ben Carson desiste da corrida pela presidência dos EUA

Washington, 2 Mar 2016 (AFP) - O neurocirurgião aposentado Ben Carson, de 64, reconheceu nesta quarta-feira que "não vê um caminho político a seguir" nas prévias republicanas para a corrida pela Casa Branca, encerrando uma campanha que começou cedo, mas que não decolou e foi perdendo fôlego.

"À luz dos resultados das primárias da 'Super Terça', não vejo um caminho político a seguir", justificou Carson, em mensagem a seus eleitores, garantindo, porém, que seu movimento continuará ativo.

"Aprecio o apoio financeiro, entre outros, de todos os cantos da América. Felizmente, minhas decisões de campanha não são condicionadas pela questão financeira, mas pelo que é do interesse do povo americano", declarou, cancelando sua participação no próximo debate republicano, nesta quinta, pela Fox News.

Único afro-americano na disputa para suceder ao presidente Barack Obama, Carson disse ainda que vai discutir seu futuro político nesta sexta-feira.

No último trimestre do ano passado, Ben Carson desfrutou de um momento de popularidade e chegou a ser visto como uma alternativa ao magnata Donald Trump.

Desde dezembro, porém, foi caindo nas pesquisas. Comentários polêmicos sobre a escravidão e sobre as vítimas das armas de fogo ajudaram a corroer sua credibilidade.

De família humilde, Carson se tornou um bem-sucedido neurocirurgião pediátrico, que lançou sua pré-candidatura sem jamais ter tido experiência política. Desde o início das prévias de seu partido, no mês passado, nunca conseguiu passar dos 7% dos votos.

mlm-ivo/jm/tt

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos