Três orangotangos morrem queimados na Indonésia

Jacarta, 3 Mar 2016 (AFP) - Três fêmeas de orangotango, entre elas um filhote, morreram queimadas no centro da Indonésia ao ficarem bloqueadas em meio a um incêndio aparentemente ateado ilegalmente para abrir espaço para plantações, anunciaram as autoridades nesta quinta-feira.

Os corpos carbonizados destes orangotangos de Bornéu, uma espécie em risco de extinção, apareceram em meio aos restos de árvores enegrecidas pelas chamas. Jaziam no chão com expressões de dor em seus rostos.

O incêndio foi registrado em Bontang, na parte indonésia da Ilha de Bornéu, perto do parque nacional de Kutai.

A polícia abriu uma investigação, mas até o momento não foram realizadas prisões. Este tipo de crime pode ser punido com até cinco anos de prisão.

O centro de proteção dos orangotangos acredita que um agricultor ateou fogo no local para limpar o terreno com o objetivo de cultivá-lo.

No fim do ano passado, 2,6 milhões de hectares de floresta tropical deste país do sudeste asiático arderam por incêndios provocados majoritariamente para limpar a zona e fertilizar a terra, sobretudo para aumentar as plantações de óleo de palma, do qual a Indonésia é o principal produtor mundial.

dsa-sr/bfi/jh/erl/app/ma

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos