França e Alemanha estão em sintonia quanto à crise migratória, diz Hollande

Paris, 4 Mar 2016 (AFP) - França e Alemanha trabalham com o mesmo espírito e a mesma vontade ante a crise migratória vivida pela União Europeia, segundo palavras do presidente francês François Hollande, ao receber em Paris a chanceler alemã Angela Merkel.

Esta declaração, dada em uma coletiva de imprensa conjunta com Merkel, acontece depois que o primeiro-ministro francês Manuel Valls criticou, em meados de fevereiro, durante uma viagem à Alemanha, a política de acolhida dos refugiados defendida por Berlim.

"A França respeitará seu compromisso com a União Europeia de receber 30.000 refugiados", afirmou Hollande.

Hollande e Merkel se reuniram três dias antes da cúpula da UE e Turquia dedicada à crise dos migrantes, e que acontecerá na próxima segunda-feira em Bruxelas.

O presidente francês também indicou que um navio de seu país será enviado ao litoral da Turquia para ajudar a controlar os fluxos migratórios no Mar Egeu, principal setor de passagem de milhares de migrantes que chegam à Europa.

"A Otan decidiu situar seus barcos entre a Grécia e a Turquia, no Mar Egeu, e anunciou que a França colocará um barco à disposição dessa força", afirmou Hollande.

Merkel, por sua vez, declarou estar satisfeita que a França esteja disposta a fornecer um barco para melhorar o controle migratório.

"Estamos convictos de que soluções unilaterais não nos ajudarão. Vemos que nenhuma delas leva a uma redução do número de refugiados", disse ainda, reiterando seu desejo de que seja elaborada uma solução europeia comum centrada na proteção das fronteiras externas da UE e no apoio à Grécia.

swi-fs-bpi-mc/dmc/cn

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos