Bulgária enviará forças para fronteira grega para evitar entrada de migrantes

Sófia, 5 Mar 2016 (AFP) - A Bulgária vai enviar mais de 400 membros de suas forças de segurança ao longo da fronteira com a Grécia para lidar com a possível chegada de imigrantes do país, disse neste sábado o primeiro-ministro Boyko Borisov.

"Algumas centenas de pessoas, mais de 400, do exército , a polícia militar e a polícia vão estar aqui permanentemente", disse Borisov depois de assistir um exercício das forças de segurança com veículos blindados e helicópteros, perto da fronteira grega.

"Outros 500 homens estarão em poucas horas mobilizadas na fronteira em caso de necessidade", acrescentou.

A Bulgária, que até agora está fora dos caminhos percorridos pelos migrantes para o norte, quer evitar a chegada de cerca de 30.000 refugiados bloqueados na Grécia como resultado das limitações de entrada impostas pela Áustria e alguns países da região dos Bálcãs.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos