Chinesa é encontrada morta em elevador quebrado há um mês

Pequim, 6 Mar 2016 (AFP) - Uma chinesa de 43 anos que vivia sozinha em um edifício da cidade de Xi'an (norte) foi encontrada morta no elevador onde havia ficado presa há um mês, indicou neste domingo o Beijing Youth Daily citando fontes locais.

Segundo o jornal, quando, no dia 30 de janeiro, o elevador parou entre os andares 10 e 11, os técnicos que foram consertá-lo gritaram para saber se havia alguém dentro, mas diante da ausência de resposta decidiram cortar a eletricidade.

Posteriormente saíram de férias coincidindo com o Ano Novo Chinês e não voltaram ao edifício até o dia 1º de março.

A polícia que investiga o caso não encontrou provas de violência e descarta homicídio, indicou o jornal.

Por sua vez, o governo atribui o erro à companhia de manutenção por não comprovar se havia alguém no interior do elevador antes de cortar a eletricidade.

Os acidentes de segurança são comuns na China, onde as normas são pouco rígidas e em muitos casos não são cumpridas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos