Duas mulheres baleadas em ataques contra sedes opositoras kirchneristas na Argentina

Buenos Aires, 6 Mar 2016 (AFP) - Duas mulheres foram baleadas, mas suas vidas não correm risco, após o ataque contra duas sedes políticas da oposição kirchnerista na Argentina, informaram neste domingo fontes partidárias e a polícia.

As duas mulheres, de 19 e 30 anos, foram atingidas por disparos quando participavam da inauguração de uma sede do grupo Nuevo Encuentro, no bairro de Villa Crespo, na madrugada deste domingo na cidade de Buenos Aires.

Outro atentado havia sido registrado na noite de sábado, depois que a fachada da sede do grupo La Cámpora (peronista de centro-esquerda) foi alvo de tiros na cidade de Mar del Plata, 400 km ao sul da capital, sem o registro de feridos, apenas danos materiais.

O La Cámpora e o Nuevo Encuentro foram parte do conjunto de organizações que apoiam a ex-presidente Cristina Kirchner (2007-2015).

Em dezembro assumiu o poder o presidente Mauricio Macri, líder de uma aliança de centro-direita, que em seu primeiro discurso ante o Congresso atacou as políticas sociais e econômicas do kirchnerismo, que governou por 12 anos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos