Unidade de contraterrorismo do Reino Unido adverte para risco de ataques

Londres, 7 Mar 2016 (AFP) - O chefe da seção de contraterrorismo do Reino Unido, Mark Rowley, advertiu nesta segunda-feira para o risco de que o grupo jihadista Estado Islâmico cometa ataques "espetaculares" contra símbolos do "estilo de vida ocidental".

O funcionário indicou que o grupo ampliou seus alvos para além dos ataques contra policiais, militares e alvos do Estado, citando como exemplo os ataques de 13 de novembro em Paris.

"Nos últimos anos temos visto um aumento dos planos contra o estilo de vida ocidental", disse ele a repórteres.

O grupo "tem a ambição de cometer ataques enormes e espetaculares".

A polícia britânica afirmou que desarticulou sete atentados entre o final de 2014 e o início de 2016.

Em 2015, 339 pessoas foram presas no Reino Unido em investigações anti-terroristas. Em metade dos casos, as operações terminaram com o indiciamento dos acusados.

Em janeiro, a Scotland Yard anunciou que 600 policiais adicionais seriam implantados nas ruas de Londres para responder às ameaças após os ataques em Paris.

ar-oaa/jmi/pjl/an/eg/mr/mvv

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos