Coalizão ataca líder do EI na Síria, que pode estar morto

Washington, 8 Mar 2016 (AFP) - O alto comandante do grupo Estado Islâmico Omar al-Shishani, conhecido como "Omar, o checheno", foi o alvo de um ataque aéreo da coalizão internacional na Síria, informou nesta terça-feira um oficial americano ao comentar um bombardeio em que o combatente georgiano pode ter morrido.

"Omar al-Shishani foi o alvo" de uma operação aérea, informou a fonte, que pediu para ter sua identidade preservada. Conhecida pela espessa barba vermelha, Omar al-Shishani é considerado um dos mais importantes comandantes militares do EI, senão o mais destacado.

Mais tarde o Pentágono confirmou, em um comunicado, que o alvo do ataque lançado em 4 de março foi Shishani e que os resultados da operação estavam sendo avaliadas.

Outro oficial informou, sob anonimato, que o combatente "provavelmente morreu" no bombardeio executado por caças e drones americanos, juntamente com outros 12 combatentes do EI.

O êxito das operações de eliminação de militantes jihadistas é frequentemente difícil de estabelecer com certeza pelos serviços de inteligência americanos, que não têm presença na região.

Washington oferecia 5 milhões de dólares de recompensa a quem der informações confiáveis sobre o paradeiro de Al-Shishani.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos