EUA envia bombardeiros B-2 ao Pacífico

Washington, 10 Mar 2016 (AFP) - Os Estados Unidos anunciaram nesta quarta-feira o envio de três bombardeiros invisíveis B-2, de longo alcance, para realizar manobras no Pacífico, no contexto do aumento da tensão na península da Coreia.

"Os recentes acontecimentos revelam a persistente necessidade de se ter uma força aérea confiável e coerente em toda a região Indo-Ásia-Pacífico", declarou o general Lori J. Robinson, comandante da Força Aérea americana para o Pacífico.

Os comandantes militares americanos não informaram a zona precisa de operação dos bombardeiros B-2, capazes de transportar armas nucleares.

"Como todos os aviões militares na região, os B-2 voam e seguirão voando no espaço aéreo internacional, de acordo com as normas internacionais", declarou o oficial Ray Geoffroy, porta-voz da Força Aérea americana no Pacífico.

A Coreia do Norte lançou nesta quinta-feira dois mísseis balísticos de curto alcance de sua costa oriental, aumentando a tensão regional já elevada por seus testes nucleares.

Na véspera, o líder máximo da Coreia do Norte, Kim Jong-Un, anunciou que seus cientistas conseguiram miniaturizar com sucesso ogivas nucleares que podem ser colocadas em mísseis balísticos e, assim, conseguir uma "verdadeira" dissuasão.

Os B-2, fabricados pela Northrop Grumman, têm um raio de ação de 11 mil quilômetros.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos