Presidente de Angola deixará a política em 2018

Luanda, 11 Mar 2016 (AFP) - O presidente de Angola, José Eduardo dos Santos, no poder há 37 anos, anunciou nesta sexta-feira sua intenção de abandonar a vida política em 2018, depois de terminar seu atual mandato.

O anúncio foi feito ante o comitê central de seu partido, o Movimento Popular para a Libertação de Angola (MPLA), que se reuniu para preparar o próximo congresso onde será designado o candidato para as eleições presidenciais de 2017.

Em junho, Santos já havia insinuado sua sucessão ao mencionar que era "preciso estudar muito atentamente o modo de construir a transição".

Santos voltou a assumir o cargo de presidente por um período de cinco anos depois da ampla vitória de seu partido as legislativas de 31 de agosto de 2012.

Segundo a Constituição adotada em 2010, o líder do partido vencedor se converte automaticamente em presidente por cinco anos.

Santos, que chegou ao poder em 1979, é o segundo chefe de Estado mais longevo no poder na África, atrás de Teodoro Obiang Nguema na Guiné Equatorial, que ocupou o cargo um mês antes de seu colega angolano.

strd-cpb/pid/dmc/cn

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos