Chefe da diplomacia da UE nega que testes com mísseis pelo Irã violem acordo

Bruxelas, 14 Mar 2016 (AFP) - Os recentes testes de mísseis, realizados pelo Irã, não violam o acordo histórico sobre o programa nuclear da República Islâmica com as principais potências mundiais, avaliou nesta segunda-feira a chefe da diplomacia da UE, Federica Mogherini, que em abril chefiará uma missão do bloco a Teerã.

"Isto não é claramente uma violação do acordo nuclear como tal", afirmou Mongherini, após uma reunião mensal dos chefes da diplomacia europeia.

Se há uma violação das resoluções do Conselho de Segurança da ONU, deveria ser discutida nas instâncias apropriadas da ONU e não na UE, acrescentou.

Os testes com mísseis balísticos, disparados pelo Irã na semana passada, despertaram uma onda de críticas no mundo, em primeiro lugar de Estados Unidos e Israel.

No domingo, o ministro francês de Relações Exteriores, Jean-Marc Ayrault, e o secretário de Estado americano, John Kerry, ameaçaram sancionar o Irã depois de vários testes que, segundo eles, ferem a resolução 2231 da ONU sobre o acordo nuclear com Teerã, concluído em julho de 2015.

Em 16 de abril, Mongherini encabeçará uma missão ao Irã para estabelecer as bases de uma maior cooperação com a República Islâmica após a suspensão das sanções em virtude do acordo sobre o programa nuclear.

Os comissários de Energia, Indústria, Transporte, Meio Ambiente, Ajuda Humanitária, Educação e Pesquisa formarão parte da comitiva.

A UE deseja retomar as relações com Teerã nos setores de comércio, energia, meio ambiente e financeiro, assim como em direitos humanos e educação.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos