Deserções do Estado Islâmico aumentam, diz Washington

Washington, 14 Mar 2016 (AFP) - Aumenta cada vez mais o número de desertores entre as fileiras do grupo Estado Islâmico (EI), o qual acentuou, por sua vez, o recrutamento de crianças-soldado - denunciou o Departamento de Estado americano, nesta segunda-feira.

O porta-voz do Departamento, John Kirby, não confirmou, porém, informações de que um desertor americano teria sido capturado pelos peshmergas (combatentes curdos) no norte do Iraque.

Kirby se limitou a afirmar que os Estados Unidos trabalham "estreitamente com as autoridades iraquianas e curdas para ter mais elementos para confirmar a veracidade dessas informações".

Segundo Kirby, "há cada vez mais desertores" do EI, e o grupo "se apoia, cada vez mais em crianças-soldado".

"Em geral, apoiam-se nas crianças em matéria de Inteligência para obter informações (...) e depois usam-nos em ataques suicidas", explicou o porta-voz da diplomacia americana.

"E, agora, dispomos de mais informação no sentido de que usam crianças nos combates propriamente ditos, junto com adultos combatentes", acrescentou.

"Tudo isso nos dá indícios de que têm dificuldade para recrutar e manter os efetivos", comentou.

"Diria que os fundamentos (do EI) em termos de efetivo e de recursos (humanos) estão rompendo", acrescentou Kirby.

Os Estados Unidos lideram uma coalizão militar de cerca de 60 países que luta, desde 2014, contra o EI. O grupo controla vastos territórios do Iraque e da Síria.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos