Membro americano do EI se rende às forças curdas

Erbil, Iraque, 14 Mar 2016 (AFP) - Um membro do grupo jihadista Estado Islâmico (EI), que tem nacionalidade americana, rendeu-se nesta segunda-feira às forças curdas no norte do Iraque, informou uma autoridades militar.

"O nome dele é Mohammed Jamal Amin. Ele possui nacionalidade americana e é filho de um pai palestino e mãe iraquiana", informou à AFP o general Hashem Siti, chefe da 8ª brigada dos peshmergas.

Segundo ele, este membro do EI possuía 4.000 dólares em dinheiro e se rendeu às forças curdas em um vilarejo perto de Sinjar, uma cidade retomada pelos peshmergas no ano passado.

O seu papel na organização e quando ele se juntou às fileiras jihadistas não foram informados.

Em Washington, o Pentágono não foi capaz de confirmar a informação. "Recebemos informações sobre a captura pelos peshmergas de um cidadão americano que havia lutado com o EI no norte do Iraque", disse a repórteres o porta-voz do Pentágono, Jeff Davis.

"Estamos em contato com as autoridades iraquianas e curdas para determinar a veracidade desta informação", acrescentou.

Os Estados Unidos não estão entre os países que fornecem mais combatentes estrangeiros ao EI, e menos de 300 americanos são suspeitos de terem aderido à organização radical sunita no Iraque e na Síria.

str-jmm/cmk/mer/mr/mvv

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos