Encontrados 14 corpos do grupo de 28 garimpeiros desaparecidos na Venezuela

Caracas, 15 Mar 2016 (AFP) - Catorze corpos de garimpeiros do grupo de 28 desaparecidos há dez dias na Venezuela, na zona de fronteira com o Brasil, foram encontrados nesta segunda-feira, informaram as autoridades.

"Localizamos o local e, neste momento, uma equipe de especialistas está exumando os corpos (...). Já encontraram quatro cadáveres, não sabemos se todos estão lá", declarou a procuradora-geral, Luisa Ortega.

Posteriormente, o defensor do Povo, Tarek William Saab, revelou que as instituições que participam da investigação "me informaram ter encontrado mais dez corpos em uma fossa no garimpo de Nuevo Callao, o que eleva a 14 o número de corpos".

Moradores de Tumeremo, no estado de Bolívar, denunciaram o desaparecimento, no dia 4 de março, de 28 garimpeiros, que teriam sido executados por um grupo criminoso.

Ortega revelou que segundo as investigações do ministério Público, são 21 garimpeiros e não 28 desaparecidos.

"Temos a identidade plena de 18 das supostas vítimas (...). No momento, estamos quase certos de que são 21 pessoas".

Carlos Chancellor, prefeito do município de Sifontes, declarou à AFP na semana passada que segundo testemunhas, um grupo armado atacou o garimpo, onde executou 28 homens identificados pelos agressores.

As mesmas testemunhas informaram que os garimpeiros foram "esquartejados e jogados em um caminhão", que seguiu para um destino desconhecido.

"Aparentemente agiram com um objetivo", que era assumir o controle do garimpo, declarou Chancellor.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos