Angelina Jolie visita Lesbos, porta de entrada para refugiados na Europa

Atenas, 17 Mar 2016 (AFP) - Angelina Jolie, embaixadora da boa vontade do Alto Comissariado da ONU para os Refugiados (Acnur), visitou na quinta-feira a ilha de Lesbos, principal porta de entrada na Europa de migrantes e refugiados procedentes da Turquia.

A atriz esteve em Mitilene na reunião semanal de coordenação de ajuda humanitária, entregue a 4.800 refugiados que atualmente estão em Lesbos com a esperança de prosseguir seu caminho rumo à Grécia continental e ao norte da Europa.

Há duas semanas, os migrantes não podem sair da Grécia, pois a vizinha Macedônia fechou sua fronteira. Quarenta e cinco mil pessoas estão bloqueadas em território grego.

A atriz também visitou o centro de inscrições de Moria, onde conversou com famílias de refugiados sírios.

No dia anterior, Jolie esteve no porto grego de Pireu, perto de Atenas, onde se amontoam mais de 4.000 pessoas, e no de Eleonas, na capital grega, antes de se reunir com o premiê, Alexis Tsipras.

A estrela americana não fez declarações públicas em toda a sua visita. Em um comunicado do Acnur, difundido na quarta-feira, limitou-se a explicar que o objetivo de seu deslocamento era contribuir para a aceleração da adoção de "meios para enfrentar esta crise humanitária que está se agravando".

Oitocentas e cinquenta mil pessoas entraram na Grécia procedentes da Turquia no ano passado e 143.000 mais desde janeiro passado.

A visita de Angelina Jolie ocorre no contexto da preparação da conferência organizada pela ONU para 30 de março, em Genebra, para encontrar locais de acolhida para refugiados sírios. O Alto Comissário para os refugiados, Philippo Grandi, visitou a ilha em 23 de fevereiro.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos