Conclusões do Papa sobre sínodos da família serão divulgadas em abril

Cidade do Vaticano, 17 Mar 2016 (AFP) - O papa Francisco assinará no sábado o documento com suas esperadas conclusões dos dois sínodos sobre a família, que será divulgado em abril, anunciaram fontes do Vaticano.

Após dois ciclos de consultas e dois sínodos, em outubro de 2014 e outubro de 2015, as conclusões mais esperadas dizem respeito ao acesso aos sacramentos por divorciados casados novamente e sobre a postura da Igreja em relação aos casais unidos livremente e aos homossexuais.

A escolha de publicar esta "exortação pós-sinodal" em abril, além do tempo envolvido para traduzir em várias línguas o documento volumoso, é devido a um desejo de não perturbar as celebrações de Páscoa.

O conteúdo do texto coloca em alerta progressistas e conservadores, e provocará, inevitavelmente, decepção, dadas as elevadas expectativas e apreensões que gerou.

O cardeal e teólogo alemão Walter Kasper acredita que a exortação marcará uma "nova página", segundo o jornal Il Tirreno.

Um mês atrás, o Papa forneceu algumas pistas, indicando que insistiria na "integração na vida da Igreja de famílias feridas" e na "preparação para o matrimônio" para reduzir os casamentos nulos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos