Regime e oposição na Síria rejeitam projeto federal curdo

Beirute, 17 Mar 2016 (AFP) - O regime de Bashar al-Assad e a oposição rejeitaram nesta quinta-feira o estabelecimento de uma região federal anunciado pelos curdos da Síria no norte do país.

Uma fonte no ministério das Relações Exteriores em Damasco "advertiu qualquer parte que tenha a intenção de atentar contra a unidade do território e do povo sírio", enquanto a coalizão da oposição atacou em um comunicado "qualquer tentativa de formar entidades, regiões ou administrações que confisquem a vontade do povo sírio".

Os curdos da Síria anunciaram nesta quinta-feira o estabelecimento de uma região federal nas zonas sob seu controle no norte do país.

"O sistema federal foi aprovado pela região Rojava (Curdistão sírio)- Norte da Síria", afirmou Sihanouk Dibo, um responsável do PYD, o principal partido curdo na Síria, após uma reunião em Rmeilan, no nordeste do país.

"Nós damos a nossa bênção ao projeto de sistema federal Rojava-Norte da Síria", declarou, por sua vez, Aldar Xelil, membro da comissão preparatória do projeto.

Ao longo dos dia, serão formados conselhos, cuja missão será definir os contornos desta região e a natureza do sistema, segundo os responsáveis.

A unificação dos três "cantões" Curdos (Afrin, Kobane e Jaziré), além das zonas recém-conquistadas pelas forças curdas no norte da Síria, representaria um passo a mais em direção à auto-determinação.

Mas os curdos insistem que seu projeto tem uma base "territorial" e não "étnica", com representantes da população árabe e outras minorias nessas áreas.

bur-ram-rim/jri/ra/pc/ma

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos