Ataque químico do EI matou mais duas crianças no Iraque

Kirkuk, Iraque, 18 Mar 2016 (AFP) - Duas outras crianças morreram vítimas do ataque com armas químicas realizado pelo grupo jihadista Estado Islâmico (EI) na semana passada no norte do Iraque, elevando a três o número de óbitos, todos menores, informaram as autoridades nesta sexta-feira.

No dia 9 de março, a localidade de Taza foi bombardeada a partir da vizinha Bashir por foguetes carregados com cloro, segundo as autoridades, mas testemunhas afirmam que também foi usado gás mostarda.

"Registramos a morte esta tarde de uma menina de dez anos", disse Hussein Abbas, prefeito de Taza, que também informou o óbito de um bebê de seis meses por complicações posteriores ao ataque.

Logo após os bombardeios, as autoridades informaram a morte de uma menina de três anos.

O prefeito disse que no total, 1.500 pessoas sofreram queimaduras, irritações e problemas respiratórios, e 25 mil fugiram sob o temor de um novo ataque.

str-jmm/lr

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos