Envolvidos em atentados de Paris são 'mais numerosos do que se pensava' (Hollande)

Bruxelas, 18 Mar 2016 (AFP) - O presidente francês, François Hollande, revelou nesta sexta-feira que após a prisão, em Bruxelas, de Salah Abdeslam, as autoridades se deram conta de que os envolvidos nos atentados de 13 de novembro, em Paris, eram "muito mais numerosos do que se pensava".

"Nós nos demos conta de que são muito mais numerosos do que pensamos em um [primeiro] momento", disse Hollande, em coletiva de imprensa. Os atentados em que morreram 130 pessoas foram reivindicados pelo grupo extremista Estado Islâmico.

A polícia deteve cinco pessoas, inclusive um suspeito-chave dos atentados em Paris, Saah Abdeslam, em uma operação nesta sexta-feira em Bruxelas, disse o premiê belga, Charles Michel.

"Prendemos Salah Abdeslam", disse Michel em declaração à imprensa, junto com o presidente francês, François Hollande.

"Esta é uma vitória importante na batalha pela democracia e contra esta abominável forma de extremismo", acrescentou.

O porta-voz da promotoria belga, Eric van der Sypt, informou em seguida que no total cinco pessoas foram presas em três operações: Salah Abdeslam e um cúmplice, assim como três membros da família que os abrigava.

Hollande disse esperar que a Bélgica extradite Salah Abdeslam para a França "o quanto antes".

"Salah tem uma ordem de captura europeia, não duvido que logo haverá um pedido de extradição (...) e não duvido que as autoridades belgas o aceitarão o quanto antes", disse Hollande.

Abdeslam "participou de uma forma ou de outra" nos atentados de 13 de novembro, em Paris, que deixaram 130 mortos.

O presidente francês anunciou ter convocado uma reunião especial do conselho de defesa nacional para o sábado.

"Nosso combate não terminou e amanhã, dado as informações que comunicaram, reunirei o conselho de defesa", que reúne ministros a cargo da segurança e as principais autoridades de segurança francesas, disse Hollande.

bur-pa/lmm/mvv

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos