Armani não irá mais usar peles em suas coleções

Roma, 22 Mar 2016 (AFP) - O estilista italiano Giorgio Armani anunciou nesta terça-feira que não irá usar peles em suas coleções de outono-inverno 2016/2017.

"Estou orgulhoso de anunciar que o grupo Armani se compromete a parar de usar peles de animais em suas coleções", disse Giorgio Armani em comunicado.

"O progresso tecnológico alcançou nos últimos anos alternativas válidas, por isso é inútil recorrer a tais práticas cruéis com os animais", explicou.

A famosa empresa italiana vai recorrer a fibras artificiais e evitará o uso de peles de animais criados e caçados por sua pele.

"Com esta decisão, a marca de luxo responde ao pedido crescente dos consumidores para uma moda ética e sustentável", reagiu a Alianza Libre Fur, uma coligação de 40 organizações que defendem os animais.

Além da Armani, a marca Hugo Boss se comprometeu a evitar o uso de peles, como indicado pela organização Human Society International.

"Armani passa assim uma mensagem forte: Matar animais para ter pele é fora de moda", disse a organização.

bur-kv/mb/mm

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos