Atentado no aeroporto de Bruxelas: agressores levavam bombas nas malas

Bruxelas, 22 Mar 2016 (AFP) - Os indivíduos responsáveis pelo ataque no aeroporto de Bruxelas, onde duas explosões deixaram 14 mortos nesta terça de manhã, carregavam suas bombas em malas - declarou o prefeito local à AFP agora à noite.

"Eles chegaram de táxi com as malas. As bombas estavam nas malas. Eles colocaram as malas em carrinhos. As duas primeiras bombas explodiram", anunciou o prefeito de Zaventem, Francis Vermeiren, acrescentando que "o terceiro também colocou a mala em um carrinho, mas ele deve ter entrado em pânico, a bomba não explodiu".

A possível presença de três atacantes também foi evocada pela Procuradoria federal belga, que apontou um terceiro suspeito, o único que teria sobrevivido e que está sendo "intensamente procurado".

O procurador federal, Frederic Van Leeuw, disse que "duas pessoas provavelmente cometeram um atentado suicida" nesta terça de manhã no aeroporto de Zaventem.

Além disso, a Procuradoria pediu a colaboração da população para encontrar um terceiro suspeito. Nesse sentido, uma imagem desse indivíduo capturada pelas câmeras de vigilância do aeroporto foi divulgada pela Polícia.

Outro atentado a bomba foi cometido pouco depois, no metrô de Bruxelas, na estação Maalbeek. Pelo menos 20 pessoas morreram, de acordo com o prefeito do distrito Bruxelas-capital, Yvan Mayeur.

As autoridades belgas ainda não divulgaram um balanço definitivo do número de vítimas.

Os atentados foram reivindicados pelo grupo Estado Islâmico.

pau-mad/agr/fjb/tt

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos