Um dos suicidas de Bruxelas foi expulso em 2015 da Turquia

Ancara, 23 Mar 2016 (AFP) - Um dos três homens-bomba que participaram do atentado contra o aeroporto de Bruxelas, Ibrahim El Bakraoui, foi detido no ano passado na Turquia e expulso para a Bélgica, onde foi colocado em liberdade, indicou nesta quarta-feira o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan.

"Um daqueles que participaram do ataque a Bruxelas foi preso em junho de 2015 em Gaziantep. Ele foi expulso em 14 de julho de 2015, após informações da embaixada belga (...) os belgas nos disseram que ele havia sido colocado em liberdade", declarou Erdogan durante uma coletiva de imprensa em Ancara com seu colega romeno, Klaus Iohannis.

O presidente não informou a identidade deste indivíduo, mas uma autoridade turca afirmou à AFP que se trata de Ibrahim El Bakraoui, que foi formalmente identificado por suas impressões digitais como um dos suicidas que atacou o aeroporto de Bruxelas.

"Apesar de informarmos que este indivíduo era um combatente terrorista estrangeiro, as autoridades belgas não conseguiram identificar seus laços com o terrorismo", ressaltou Erdogan.

O presidente turco acrescentou que a Holanda também esteve envolvida neste procedimento, porque o indivíduo havia pedido para ser expulso para este país em um primeiro momento,

"Podemos vencer (no combate ao terrorismo) se os líderes internacionais formarem uma aliança contra o terrorismo. Para isso, é preciso redefinir as noções de terrorismo mundial e de terroristas", insistiu Erdogan.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos