Veja que os sequestros de avião ficaram menos frequentes desde o 11/9

Nicósia, 29 Mar 2016 (AFP) - Os sequestros de aviões, frequentemente utilizados por grupos extremistas na década de 1970, são muito menos comuns desde os ataques de 11 de setembro de 2001 em Nova York e Washington, em razão da maior segurança nos aeroportos implementadas desde então.

Muitos dos sequestros registrados desde 2002 foram obra de indivíduos isolados e rapidamente terminaram, mas alguns, no entanto, foram mais espetaculares. Relembre os casos:

- 2002 - Colômbia, 20 de fevereiro - A guerrilha das FARC sequestra um avião da companhia colombiana Aires e o força a aterrissar em uma estrada ao sul do país, antes de levar como refém um dos 37 passageiros, libertado em 2008.

- 2003 -Cuba, 19 de março - Seis homens armados com facas obrigam o piloto de um DC-3 cubano, com cerca de 35 pessoas a bordo, a se dirigir para a costa americana. Interceptados por dois caças F-15 no espaço aéreo internacional, o avião é forçado a pousar na Flórida.

- 2005 - Colômbia, 12 de setembro - Um homem deficiente físico e seu filho sequestram durante mais de cinco horas um avião que fazia o trajeto entre as cidades de Florença e Neiva (sul) antes de libertar os 25 passageiros e a tripulação feita refém. Os dois homens, armados com granadas, exigiam uma indenização por danos causados dez anos antes por uma operação policial em sua residência.

- 2006 -Turquia/Itália, 3 de outubro - Um Boeing 737-400 da Turkish Airways que fazia o trajeto Tirana-Istambul é sequestrado por um turco que afirmava ter se convertido ao cristianismo e querer entregar uma mensagem ao Papa.

O avião foi forçado por caças F-16 gregos e italianos a aterrissar em Brindisi (Itália).

O sequestrador se entregou à polícia italiana e os 107 passageiros e seis membros da tripulação liberados em segurança.

- 2007 - Turquia, 18 de agosto - Um egípcio suspeito de estar ligado à Al-Qaeda e um turco equipados com uma falsa bomba sequestram um avião da companhia turca Atlas Jet, com 136 passageiros e seis tripulantes a bordo, logo após a decolagem da República Turca do Chipre do Norte (RTNC), com destino a Istambul.

Eles exigiam que o avião fosse desviado para o Irã ou a Síria.

Os pilotos, com pouco combustível, aterrissaram em Antalya (Turquia), onde os sequestradores se renderam, após a fuga da maioria dos passageiros por uma porta traseira da aeronave.

- 2008 -Sudão/Líbia, 26 de agosto - Um Boeing 737 da companhia aérea doméstica sudanesa Sun Air Éé sequestrado na região em guerra de Darfur, com 87 passageiros e oito tripulantes a bordo, aterrissando em Kufra, na Líbia (1350 km ao sudeste de Tripoli).

Os sequestradores, que diziam pertencer a um movimento rebelde de Darfur, entregaram-se no dia seguinte.

- 2009 -México, 10 de setembro - Um pastor boliviano sequestra brevemente um Boeing 737 da Aeromexico, que fazia o trajeto entre Cancun e México, afirmando agir por "inspiração divina".

Depois de uma operação das forças de segurança no aeroporto da Cidade do México, os 104 passageiros são liberados em segurança.

- 2014 -Ucrânia/Turquia, 7 de fevereiro - Um ucraniano a bordo de um avião da companhia turca Pegasus, com 110 passageiros a bordo, entre Kharkiv (Ucrânia) a Istambul, quis desviar a aeronave para Sochi (Rússia), onde ocorria a cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos de Inverno.

Um caça F-16 turco forçou o Boeing 737-800 a aterrissar no aeroporto Sabiha Gökçen e o sequestrador foi dominado

Etiópia/Suíça, 17 de fevereiro - Um co-piloto da Ethiopian Airlines desarmado e que desejava obter asilo político na Suíça, sequestra um Boeing 767 que fazia o trajeto Addis Abeba-Roma com 202 pessoas a bordo.

Escoltado por caças italianos e depois franceses, o avião pousou em Genebra onde o homem foi preso.

doc-jd/lch/mer/mr

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos