Bélgica indicia um terceiro homem por atentado frustrado na França

Bruxelas, 2 Abr 2016 (AFP) - Um terceiro homem foi indiciado na Bélgica por participação em atividades de um grupo terrorista em relação à investigação do atentado iminente que foi frustrado na França, anunciou a procuradoria belga.

"Dentro das investigações que conduziram à prisão de Reda Kriket", o principal suspeito deste caso, em 24 de março na periferia de Paris, um juiz de instrução especializado em terrorismo indiciou e prendeu na sexta-feira o indivíduo denominado Y. A., nascido em 4 de maio de 1982, de nacionalidade belga, segundo a procuradoria em um comunicado.

O texto não dá mais informações a prisão do suspeito.

Kriket, um francês de 34 anos, é indiciado por formação de quadrilha relacionada com uma empresa terrorista criminal.

Em seu apartamento na periferia de Paris, onde foi preso, os policiais descobriram fuzis de assalto, armas e explosivos.

Na Bélgica, Abderrahmane Ameurud e Rabah N., detidos em 25 de março em Bruxelas, foram indiciados em relação a este caso.

Outro suposto cúmplice de Reda Kriket, Anis Bahri, foi preso em 27 de março, em Rotterdã, na Holanda.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos