Obama insiste no papel da Otan, 'pilar' da política dos EUA

Washington, 4 Abr 2016 (AFP) - O presidente Barack Obama insistiu nessa segunda-feira na importância da Otan, "pilar" da política de defesa americana, depois das declarações muito críticas sobre a organização formuladas por Donald Trump, favorito para obter a candidatura republicana à Casa Branca.

"A Otan continua sendo um pilar, uma pedra angular" da política de defesa dos Estados Unidos e da Europa, declarou Obama ao fim de uma reunião com o secretário-geral da Organização do Tratado do Atlântico Norte, Jens Stoltenberg.

Sem citar Trump, Obama insistiu no papel crucial desempenhado pela organização em inúmeros conflitos no mundo, ressaltando o do Afeganistão, mas se referindo também aos esforços pela estabilidade no Iraque e na Líbia, assim como na atual crise migratória europeia.

"Continuamos unidos para apoiar a Ucrânia", acrescentou, evocando o conflito no leste desse país, onde Kiev e os países ocidentais acusam a Rússia de armar os separatistas e de deslocar suas tropas.

Nos últimos dias, Trump multiplicou as críticas à Otan, ao classificar a organização de "obsoleta" e excessivamente financiada por Washington.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos