Bryan Adams cancela show nos EUA em protesto contra lei discriminatória

Montreal, 11 Abr 2016 (AFP) - O cantor de rock canadense Bryan Adams anunciou o cancelamento de um show que faria em Mississippi em protesto por uma nova lei deste estado do sul dos Estados Unidos considerada discriminatória com os homossexuais.

Bryan Adams planejava se apresentar na quinta-feira em Biloxi, uma cidade situada às margens do golfo do México.

"Não posso, de uma maneira consciente, me apresentar em um estado onde algumas pessoas são privadas de seus direitos individuais por sua orientação sexual", indicou o cantor em seu site.

O autor de Heaven, Summer of '69, Run To You e Somebody também manifestou ser solidário aos ativistas que lutam para obter a revogação desta lei "extremamente discriminatória".

A lei, que deve entrar em vigor em julho, permitirá aos funcionários, organizações religiosas e inclusive empresas argumentar convicções religiosas para negar certos serviços a casais homossexuais que desejam se casar.

Textos similares foram aprovados em outros estados conservadores que tentam burlar uma histórica decisão da Suprema Corte americana de junho de 2015 que legalizou o casamento homossexual em todo o país.

O astro do rock Bruce Springsteen também cancelou na sexta-feira um show na Carolina do Norte (sudeste) para protestar contra uma lei recentemente promulgada contra a comunidade transgênero.

ach-jl/elm/ll/lm/ma

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos