Pesquisas apontam que partido conservador perderá maioria na Coreia do Sul

Seul, 13 Abr 2016 (AFP) - O partido conservador que governa a Coreia do Sul deve perder a maioria no Parlamento, segundo as pesquisas de boca de urna das eleições legislativas celebradas nesta quarta-feira.

As pesquisas das três principais emissoras de televisão indicam que o partido Saenuri deve conquistar entre 118 e 147 cadeira das 300 na Assembleia Nacional.

O Minjoo, principal partido de oposição, obteria entre 97 e 128 deputados e o dissidente Partido do Povo conquistaria de 31 a 43 cadeiras.

Na Coreia do Sul, o poder está concentrado nas mãos da presidente Park Geun-Hye, cujo mandato único de cinco anos terminará em 2018.

As eleições para o Parlamento unicameral sul-coreano tradicionalmente são dominadas por temas de política interna, como desemprego, queda das exportações e endividamento das famílias, que renderam críticas à política de Park e, por extensão, a seu partido.

Mas desta vez, os cientistas políticos consideravam que o agravamento da tensão com a Coreia do Norte desde o quarto teste nuclear de Pyongyang, em janeiro, favoreciam o Saenuri, que se beneficia da determinação da presidente.

Quase 42 milhões de eleitores deveriam comparecer às urnas para renovar as 300 cadeiras do Parlamento: 253 por voto universal e 47 restantes de forma proporcional. O Saenuri obteve em 2012 a maioria absoluta de 152 deputados.

O resultado destas eleições condicionará o final do mandato de Park. Uma ampla vitória do Saenuri permitiria a aprovação de reformas no Parlamento, enquanto a perda de força provavelmente paralisaria suas ações nos últimos dois anos de governo da presidente.

Park não cumpriu a maioria das promessas eleitorais na área econômica. O crescimento na quarta economia da Ásia se encontra estagnado há alguns anos, consequência da maior concorrência em alguns mercados de exportação.

A taxa de desemprego entre pessoas com menos de 30 anos chega a 12,5%, contra a média nacional de 4,9%.

ckp-jhw/fp

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos