Ao menos 30.000 pessoas fogem de combates na região síria de Aleppo

Beirute, 15 Abr 2016 (AFP) - Ao menos 30.000 pessoas fugiram dos combates entre jihadistas e rebeldes no norte da Síria nas últimas 48 horas, afirmou a organização Human Rights Watch (HRW), que pede à Turquia que abra sua fronteira.

A ONG acusou os guardas fronteiriços turcos de disparar contra os deslocados que se aproximam de sua fronteira para fugir dos confrontos entre os jihadistas da organização Estado Islâmico (EI) e grupos rebeldes na província de Aleppo.

bur-dr/feb/vl/erl/pc/ma

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos