Alemanha prende 5 supostos membros de grupo de extrema-direita

Berlim, 19 Abr 2016 (AFP) - Cinco supostos membros de uma violenta organização de extrema-direita, suspeitos de atacar residências de refugiados na Saxônia (leste da Alemanha), foram detidos pela polícia, anunciou a Promotoria Federal.

As autoridades suspeitam que os detidos, todos de nacionalidade alemã e com idades entre 18 e 39 anos, integram uma organização chamada "Gruppe Freital" (nome de um município da região de Dresden), liderada por dois alemães identificados como Timo S., de 27 anos, e Patrick F., de 24.

Estes dois homens, assim como um terceiro, já foram interrogados.

Os integrantes do "Gruppe Freital" são investigados por tentativa de assassinato, agressões e por fabricar explosivos.

De acordo com os investigadores, o grupo teria lançado um artefato explosivo contra um centro de refugiados em Freital no dia 19 de setembro do ano passado, mas no momento não havia ninguém no quarto atingido e o ataque provocou apenas danos materiais.

As autoridades também suspeitam que os detidos atacaram um projeto habitacional de Dresden em 18 de outubro e outro abrigo de refugiados em 31 de outubro utilizando explosivos, ação que deixou um residente ferido.

Freital, de 40.000 habitantes, fica a alguns quilômetros de Dresden, berço do movimento Pegida, contrário ao islã e aos refugiados.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos