Supremo adia decisão sobre posse de Lula como ministro

Brasília, 20 Abr 2016 (AFP) - O Supremo Tribunal Federal adiou nesta quarta-feira, sem fixar nova data, a decisão sobre o bloqueio que impede o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva de assumir o cargo de ministro-chefe da Casa Civil no governo Dilma.

"Por maioria, a corte deliberou no sentido de adiar o julgamento" e avaliar todos os recursos recebidos sobre o mesmo caso em uma única sessão, disse o presidente do STF, Ricardo Lewandowski.

O ex-presidente (2003-2010) foi nomeado ministro em 16 de março pela presidente Dilma Rousseff, sua afilhada política, mas a posse foi bloqueada pelo juiz Gilmar Mendes, que considerou sua nomeação um subterfúgio para protegê-lo da justiça comum.

Lula é investigado por supostamente ter se beneficiado do esquema de corrupção na Petrobras, investigado pelo juiz Sérgio Moro.

No ministério, Lula teria a missão de tentar deter a aprovação do pedido de impeachment contra a presidente, um processo que passou pela Câmara e agora está no Senado.

dw-nr/js/yow/mvv

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos