Daimler abre investigação interna sobre emissões de seus veículos a pedido dos EUA

San Francisco, 22 Abr 2016 (AFP) - A montadora alemã Daimler informou que abriu uma investigação interna, solicitada pelas autoridades americanas, sobre o modo como são certificadas as emissões de poluentes de seus veículos nos Estados Unidos.

A solicitação foi feita pelo Departamento de Justiça americano.

A empresa afirma em um comunicado que coopera "plenamente" com as autoridades dos Estados Unidos e que adotará "todas as medidas necessárias", caso sejam descobertos "possíveis indícios de irregularidades".

A Agência de Proteção do Meio Ambiente dos Estados Unidos (EPA) informou em fevereiro a abertura de uma investigação preliminar sobre as emissões de alguns veículos da marca Mercedes-Benz, que pertence ao grupo Daimler.

A EPA iniciou o processo depois que o escritório de advocacia Hagens Berman apresentou uma ação coletiva a um tribunal de Illinois em nome de proprietários de veículos Mercedes, que acusam a marca de ter instalado um dispositivo em alguns veículos com motor diesel "limpo" BlueTEC para burlar as normas sobre poluição dos Estados Unidos abaixo de uma determinada temperatura.

Em um recurso anexado no início de abril, o escritório acusa a montadora de ter voluntariamente veículos que não respeitam as normas de contaminação independente das condições em que são dirigidos e que contêm "provavelmente" um aparelho destinado a burlar os testes de emissões, segundo um comunicado publicado na ocasião.

A Daimler afirmou que as ações coletivas "não têm fundamento" e que se defenderá contra os mesmos "por todos os meios jurídicos a sua disposição".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos