Investigação alemã de motores diesel revela irregularidades na Renault

Berlim, 22 Abr 2016 (AFP) - A investigação dirigida pelas autoridades alemãs sobre as emissões dos veículos a diesel depois da explosão do escândalo da Volkswagen revelou irregularidades na montadora francesa Renault.

A informação é de uma fonte do governo alemão e a Renault não quis fazer comentários.

Segundo a fonte, quase 630.000 veículos de montadoras da Alemanha - Audi, Porsche, Opel, Mercedes, Volkswagen - devem ser convocados a um recall por irregularidades em seus níveis de emissão de gases poluentes.

Uma análise das emissões de gases poluentes de todos os modelos em circulação foi realizada nos últimos meses e o ministério dos Transportes deve anunciar os resultados nas próximas horas.

Nos veículos envolvidos, o sistema de filtro de emissões poluente é automaticamente desativado quando a temperatura exterior fica abaixo de certo limite.

Mas de acordo com as normas europeias este mecanismo só é autorizado se permite evitar um acidente ou um dano ao motor.

O governo alemão deseja que o mecanismo passe por um recall, segundo a fonte.

cne-esp/mtr/alc/jvb/eg/fp/cn

RENAULT

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos