Tratado de livre-comércio UE-EUA criará empregos, garante Obama

Berlim, 23 Abr 2016 (AFP) - O presidente americano, Barack Obama, defendeu o tratado de livre-comércio (TLC) que está sendo negociado entre Estados Unidos e União Europeia (UE), alegando que "reforçará o comércio" e criará empregos em ambos os lados do Atlântico - em entrevista ao jornal alemão Bild.

O tratado "é um dos melhores caminhos para promover o crescimento e criar emprego", garantiu Obama.

Atualmente em Londres, Obama viaja para a Alemanha neste fim de semana. No domingo, visita o Salão da Indústria em Hannover (norte) e, na segunda, participa de uma "reunião informal" sobre "os grandes assuntos internacionais" com a chanceler alemã, Angela Merkel, com o presidente francês, François Hollande, e com os chefes de governo britânico, David Cameron, e italiano, Matteo Renzi.

O acordo em discussão "reforçará o comércio e criará postos de trabalho nos Estados Unidos e na União Europeia", insistiu Obama.

Em sua entrevista ao jornal mais lido da Alemanha, Obama disse que os Estados Unidos têm "um interesse nacional duradouro em que a Europa seja forte, unida e democrática".

"Tivemos de aprender, com dor, que as ameaças que pesam sobre a Europa acabam se tornando ameaças para os Estados Unidos", acrescentou.

Em meados de março, Merkel declarou que queria avançar na negociação do TLC com os Estados Unidos o mais rápido possível para fazer emergir "as linhas-mestras de um acordo" antes do final do segundo e último mandato de Obama, em janeiro de 2017.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos