Portugal autoriza extradição à Itália de uma ex-agente da CIA

Lisboa, 23 Abr 2016 (AFP) - O Tribunal Constitucional de Portugal deu luz verde à extradição à Itália de uma ex-agente da CIA condenada pelo sequestro em 2003 de um imã egípcio, informou neste sábado à AFP uma fonte judicial.

De nacionalidade luso-americana, Sabrina de Sousa, de 59 anos, perdeu seu último recurso para impedir sua extradição, decidida em janeiro pelo Tribunal de Apelação de Lisboa e confirmada em março pelo Tribunal Supremo.

O Tribunal Constitucional não admitiu o argumento da defesa, Manuel de Magalhães e Silva, que alegava que não existia uma garantia formal de que a Itália acordasse um novo processo a sua cliente.

Sousa foi condenada à revelia em 2011 pela justiça italiana a sete anos de prisão pelo sequestro em 2003, em Milão, do imã egípcio Abu Omar.

Em uma entrevista ao semanário português Expresso, a acusada assegurou que queria ser "absolvida de toda acusação" em um novo julgamento, e que preferia cumprir a condenação na Itália antes que em Portugal. Sua extradição poderá ocorrer em 4 de maio.

Sousa foi detida em outubro de 2015, em Portugal, no marco de uma ordem de prisão europeia lançada pela Itália.

O imã Abu Omar foi sequestrado em fevereiro de 2003, em uma operação coordenada entre os serviços secretos italianos e a CIA e posteriormente levado ao Egito, onde segundo sua defesa foi torturado.

Em setembro de 2012, a Corte de Cassação italiana confirmou penas de entre sete e nove anos para 22 agentes da CIA e um oficial das forças armadas americanas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos