Risco de maré negra no noroeste da Itália

Roma, 23 Abr 2016 (AFP) - As autoridades do porto de Gênova, no noroeste da Itália, decretaram o estado de emergência devido às toneladas de petróleo que ameaçam se expandir pela costa mediterrânea da Riviera italiana.

O petróleo procede de uma refinaria da região que registrou um vazamento em um de seus oleodutos no último domingo. Os serviços de emergência construíram rapidamente um dique provisório para impedir que o petróleo se expandisse e começaram a absorvê-lo até que, na noite de sexta-feira, as fortes chuvas o destruíram.

"A situação é complicada, não sabemos qual quantidade de petróleo poderá chegar até o mar", declarou à imprensa um funcionário da defesa civil local, Gianni Crivello.

Já há petróleo no mar, embora este provenha provavelmente "das primeiras horas do acidente na refinaria de Iplom", antes de que fosse construído o dique, explicou o prefeito de Gênova, Marco Doria, afirmando que estava fazendo de todo o possível para tentar conter o combustível.

Gênova está situada no centro da Riviera italiana, perto de conhecidos balneários como Portofino e de várias reservas naturais, incluindo a região de Cinque Terre.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos