Extrema-direita lidera primeiro turno de eleição presidencial austríaca, segundo projeção

Viena, 24 Abr 2016 (AFP) - O candidato de extrema-direita do partido FPÖ, Norbert Hofer, liderava neste domingo o primeiro turno da eleição presidencial austríaca com 36,7% dos votos e 17 pontos de vantagem sobre seu rival mais próximo, um ecologista, segundo pesquisas de boca de urna.

O segundo lugar deste primeiro turno é disputado pelo ecologista Alexander van der Bellen e pela independente Irmag Griss com 19,7% e 18,8%, respectivamente.

Se o resultado for confirmado, esta será a primeira vez que os grandes partidos tradicionais serão eliminados no primeiro-turno.

Atualmente no país governam conjuntamente o Partido Social Democrata (SPÖ) e a formação conservadora (ÖVP).

Segundo a projeção, o candidato do SPÖ, Rudolf Hundstorfer, ficaria em quarto com 11,2% levemente por cima do representante do ÖVP, Andreas Khol.

O único candidato que ficaria por trás dos partidos tradicionais seria Richard Lugner, um magnata da construção de 83 anos, conhecido por seu casamento com uma modelo da Playboy 57 anos mais nova, que obteria 2,4%.

Este seria o melhor resultado a nível federal do FPÖ, desde que participou de um governo de coalizão em 200 sob a liderança do controverso Jorg Haider, que inclusive levou a União Europeia a estabelecer sanções contra a Áustria.

Apesar de a função do presidente austríaco ser essencialmente honorífica, um fracasso dos candidatos dos grandes partidos poderia supor uma advertência para o chanceler Werner Faymann (SPÖ) e para o vice-chanceler Reinhold Mitterlenher (ÖVP), cujo mandato termina em 2018.

phs/mb-an/eg/pr

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos