Ativista da comunidade gay é assassinado em Bangladesh

Dacca, 25 Abr 2016 (AFP) - Duas pessoas foram assassinadas a golpes de facão nesta segunda-feira em Bangladesh, informou a polícia, e uma das vítimas foi identificada como um ativistas dos direitos homossexuais.

"Agressores desconhecidos entraram em um apartamento e, com golpes de facão, mataram duas pessoas. Outra pessoa ficou ferida", informou o porta-voz da polícia de Daca, Maruf Hussein Sorder.

A emissora Canal 24 informou, por sua vez, que uma das pessoas mortas é o editor da Roopbaan, a única revista da comunidade gay em Bangladesh.

sj-sa/mb/jz/cn

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos