Cleveland pagará US$ 6 mi à família de menino negro morto por policial

Nova York, 25 Abr 2016 (AFP) - A cidade americana de Cleveland pagará seis milhões de dólares à família de um menino negro de 12 anos, Tamir Rice, morto a tiros por um policial branco em novembro de 2014 quando segurava uma arma de brinquedo.

O acordo foi anunciado nesta segunda-feira por um tribunal regional do estado de Ohio.

Segundo os termos do acordo, a cidade não admite a acusação de morte por negligência apresentada pela família de Tamir Rice contra Cleveland e os dois policiais envolvidos no caso.

Metade do valor deverá ser paga ainda neste ano, e o restante em 2017. O acordo de indenização, alcançado por ambas as partes na justiça federal, ainda tem que ser aprovado por um tribunal de sucessões.

Os advogados da família de Rice afirmaram que "nenhuma soma de dinheiro poderá compensar adequadamente" a perda dos familiares. "Em uma situação dessas, não se chega a uma conclusão nem é possível fazer justiça. Nada vai trazer Tamir de volta".

A morte de Rice pelas mãos de um policial branco é parte de uma série de incidentes recentes envolvendo violência policial contra negros, que provocaram protesto por todo o país.

O acordo judicial chega quatro meses depois de um júri americano decidir não acusar o policial Timothy Loehmann, que atirou na criança quando ela brincava com uma arma de brinquedo em um parque de Cleveland.

A ação foi filmada por uma câmera de segurança, que mostrou dois policiais intervindo no local após terem sido alertados da presença de um jovem armado. Um dos agentes abriu fogo, matando Rice com dois tiros no abdômen.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos