Estado norueguês vai apelar da sentença por tratamento "desumano" ao extremista Breivik

Oslo, 26 Abr 2016 (AFP) - O Estado norueguês, condenado por tratamento "desumano" na prisão ao extremista de direita Anders Behring Breivik, que matou 77 pessoas em 2011, vai recorrer da sentença, anunciou o ministro da Justiça.

"Hoje solicitei à Advocacia do Estado que recorra da sentença", afirma em um comunicado o ministro Anders Anundsen, seis dias depois do anúncio da decisão do tribunal de Oslo, que considerou contrárias à convenção europeia dos direitos humanos as condições de detenção de Breivik.

O extremista de 37 anos, que agora se declara abertamente neonazista, foi condenado em agosto de 2012 a 21 anos de prisão por matar oito pessoas com um carro-bomba em Oslo e outras 69 ao abrir fogo contra um acampamento de verão da juventude trabalhista na ilha de Utoya.

Durante mais de uma hora, Breivik perseguiu quase 600 adolescentes aterrorizados que estavam na ilha. Muitos morreram com tiros na cabeça.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos