França vê distância maior para acordo de livre comércio UE-EUA

Paris, 26 Abr 2016 (AFP) - A possibilidade de chegar a um acordo sobre um tratado de livre comércio entre União Europeia (UE) e Estados Unidos (TTIP) está mais distante, afirmou o secretário de Estado francês de Comércio Exterior, Matthias Fekl, que lidera as negociações em nome da França.

Em uma entrevista na rádio francesa RTL sobre a possibilidade de assinar o acordo até o fim do ano, Fekl foi sincero: "Não, não acredito. Nos afastamos das possibilidades ou dos riscos, de acordo com o julgamento, de chegar a um acordo".

Nova York recebe esta semana uma nova rodada de negociações sobre a Associação Transatlântica de Comércio e Investimento (TTIP na sigla em inglês).

Fekl disse esperar um "bom acordo" em áreas como o meio ambiente, a transparência das negociações ou os processos de arbitragem.

"Mas não existe um frenesi francês ou europeu para assinar qualquer coisa a qualquer preço", garantiu.

Este grande acordo, que está sendo negociado desde 2013, tem o objetivo de suprimir as taxas de importação e os obstáculos regulamentares para o comércio entre Estados Unidos e a UE.

Mas a iniciativa tem sido muito criticada pela sociedade civil, pelo modo como está sendo negociado, assim como por seu possível impacto na agricultura e meio ambiente.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos