Pelo menos 12 imigrantes egípcios são assassinados na Líbia

Cairo, 27 Abr 2016 (AFP) - Entre 12 e 16 imigrantes egípcios que tentavam viajar para a Europa teriam morrido em um confronto entre traficantes de pessoas na Líbia - anunciou o Ministério das Relações Exteriores no Cairo, nesta quarta-feira.

"Segundo nossas primeiras informações, entre 12 e 16 migrantes egípcios em situação ilegal morreram em confrontos entre grupos de traficantes de pessoas", anunciou o Ministério.

A Chancelaria declarou ainda que o incidente aconteceu na cidade de Bani Walid, um ponto de passagem de migrantes 150 km ao sudeste de Trípoli.

Já a Missão de Apoio na Líbia das Nações Unidas (UNSMIL) divulgou um balanço de 12 egípcios e três líbios mortos.

Em uma nota, o responsável da UNSMIL Martin Kobler "condenou firmemente esses assassinatos". Além disso, pediu às autoridades locais que "trabalhem para que seja realizada uma investigação e para impedir novos assassinatos".

Receba notícias do UOL. É grátis!

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos