Canadá prende sul-sudanês que se fez passar por estudante

Ottawa, 28 Abr 2016 (AFP) - As autoridades canadenses prenderam um homem do Sudão do Sul, de 30, que disse ter 17 anos para poder jogar em uma equipe de basquete no Ensino Médio local.

De acordo com trechos da transcrição da audiência na Junta de Imigração e de Refugiados do Canadá obtida pela AFP nesta quinta-feira, Jonathan Nicola recebeu uma bolsa esportiva completa para jogar basquete em um colégio católico em Windsor, em Ontário.

Nicola chegou a Toronto em novembro passado com um visto de estudante de dois anos de duração. Ele foi morar na casa de seu treinador, enquanto assistia às aulas na instituição.

Um jornal local publicou uma matéria sobre o estudante de 2,10 metros de altura e 91,63 quilos, cujo treinador acreditava ter condições de jogar na NBA.

Agora, o governo diz que ele mentiu em seu pedido para viajar para o Canadá.

"Acredita-se que tenha falsificado sua idade em 12 anos", disse um advogado do governo em audiência recente na Junta de Imigração e Refugiados.

Em seu passaporte e em outros documentos, a data de nascimento registrada é 1998. Autoridades de imigração americanas relataram a seus colegas do Canadá, porém, ter em seus registros que Nicola nasceu em 1986. A informação consta nos arquivos desde 2007, quando ele fez um pedido de asilo aos EUA, o qual foi negado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos