Vice-presidente americano Joe Biden faz visita surpresa ao Iraque

Bagdá, 28 Abr 2016 (AFP) - O vice-presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, iniciou, nesta quinta-feira, uma visita surpresa ao Iraque, cujo governo vive uma crise política que poderia afetar a luta contra os extremistas do grupo Estado Islâmico (EI).

"O vice-presidente chegou ao Iraque, onde se reunirá com autoridades iraquianas, com o fim de incentivar a unidade nacional e a luta contra o EI", anunciou o gabinete de Biden em um comunicado.

O grupo extremista controla vastos territórios no Iraque, incluindo a segunda cidade do país, Mossul, embora as forças iraquianas, com o apoio da coalizão internacional liderada pelos Estados Unidos, tenham recuperado terreno nos últimos meses.

Biden se reuniu com o primeiro-ministro, Haider al-Abadi, pouco depois de sair do avião de transporte militar C-17 que o levou até Bagdá.

A classe política iraquiana se encontra profundamente dividida e o caos tomou o Parlamento, onde os atritos entre deputados são frequentes.

Além disso, milhares de seguidores do líder xiita Moqtada al-Sadr protestam assiduamente nas proximidades da denominada "Zona Verde", onde estão as instituições do país.

Apesar das tentativas reformistas do governo Abidi, a classe política é percebida como amplamente corrupta e partidarista.

Biden pretende recordar os responsáveis iraquianos das "medidas que a comunidade internacional poderia tomar para promover a estabilidade econômica no Iraque", em um contexto de forte queda dos preços do petróleo, indicou a fonte oficial americana.

bur-jmm/iw/vl/jz/mb/mp/mvv

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos