Governo de unidade da Líbia anuncia estratégia contra Estado Islâmico

Trípoli, 29 Abr 2016 (AFP) - O primeiro-ministro do novo governo de unidade da Líbia anunciou a colocação em andamento de uma estratégia nacional para combater a organização jihadista Estado Islâmico (EI), implantada principalmente na cidade de Sirte.

"De concreto, começamos a colocar em andamento uma estratégia e um projeto nacional para por fim a esta praga", declarou Fayez al Sarraj em um discurso transmitido pela tv.

Sarraj destacou que o EI "deve ser destruído pelos líbios, e não por uma intervenção estrangeira para preservar a soberania da Líbia".

Instalado em Trípoli, o novo governo de unidade que Sarraj tenta implantar tem o apoio da ONU, de vários países, principalmente ocidentais e que se declararam dispostos a dar apoio na luta contra o EI.

No entanto, o leste do país continua controlado por uma autoridade paralela com forças armadas que lhe são leais, comandadas pelo general Jalifa Haftar.

O novo executivo teme que Haftar lance uma ofensiva unilateral contra o EI em Sirte, o que poderia provocar confrontos entre os diferentes grupos armados, resultando numa guerra civil.

Apesar de sua legitimidade ainda não ter sido ratificada com uma votação no parlamento reconhecido pela comunidade internacional e instalado em Tobruk (leste), o governo de unidade, fruto de um acordo assinado no final de 2015 no Marrocos por rivais líbios, se autoproclamou em março.

Segundo fontes francesas e americanas, o grupo conta com 3.000 a 5.000 combatentes na Líbia.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos