Juiz canadense considera inconstitucional restrição à transito de bebidas

Ottawa, 29 Abr 2016 (AFP) - O trânsito de bebidas alcoólicas em todo o Canadá deve ser liberado em breve, após um juiz da província de New Brunswick decidir nesta sexta-feira que as restrições sobre comercialização e transporte são inconstitucionais.

A decisão envolve uma multa imposta a um aposentado por levar bebida alcoólica de Quebec, sua província natal, para New Brunswick, violando legislações que limitam o transporte de bebidas entre regiões a uma garrafa de destilado ou vinho, e a doze garrafas de cerveja.

Gerard Comeau foi multado em 233 dólares em 2012 por transportar 14 caixas de cerveja, duas garrafas de whisky e uma garrafa de licor entre New Brunswick e a vizinha Quebec, onde as bebidas são mais baratas.

O juiz da Corte Provincial destacou que os pais fundadores da confederação canadense sempre tiveram em mente a liberdade do comércio, sem restrições entre as diferentes regiões.

Comeau disse à imprensa ao sair do tribunal que espera receber da polícia suas bebidas para voltar a Quebec e comprar mais. "Depois de três anos, estou com muita sede".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos