Alfaiate hindu morto pelo Estado Islâmico em Bangladesh

Tangail, Bangladesh, 30 Abr 2016 (AFP) - Um alfaiate hindu foi assassinado neste sábado no centro de Bangladesh, um país de maioria muçulmana onde aumentou os ataques contra minorias religiosas, um crime que a agência de notícias Amaq, vinculada ao grupo Estado Islâmico (EI), atribuiu a esta organização.

Os dois agressores chegaram em uma mota e mataram o homem que estava sentado à beira de uma estrada. Eles o esfaquearam na cabeça, no pescoço e no braço, segundo a polícia local.

Segundo a agência, a vítima "era conhecida por blasfemar contra o profeta Maomé".

Em fevereiro passado, um dignitário hindu de alto escalão foi decapitado por desconhecidos no norte de Bangladesh, um assassinato também reivindicado pelo EI.

Cerca de 10% dos 160 milhões de habitantes de Bangladesh são hindus, ou seja, a principal minoria religiosa do país.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos