Mais de 100.000 palestinos trabalham em Israel e nas colônias

Ramallah, Territórios palestinos, 30 Abr 2016 (AFP) - Mais de 100.000 palestinos trabalham em Israel e nas colônias da Cisjordânia ocupada, ou seja, um trabalhador remunerado em cada seis, segundo cifras oficiais palestinas publicadas neste sábado.

Um total de 83.000 palestinos trabalha em Israel, e outros 22.000 nas colônias da Cisjordânia, território palestino ocupado há quase meio século pelo Estado hebreu.

Na Cisjordânia trabalham 338.000 palestinos e 216.000 na Faixa de Gaza. Deles, 52% estão empregados no setor privado.

O índice de desemprego no conjunto de Territórios Palestinos é de 26%, segundo cifras do escritório palestino de estatísticas.

Na Faixa de Gaza, chega a 45%, segundo o Banco Mundial, que afirma que se trata de um dos mais elevados do mundo.

A economia palestina depende em grande medida do Estado hebreu. As permissões de trabalho entregues por Israel implicam uma importante fonte de renda para os habitantes de Gaza já que não têm acesso a eles.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos