PUBLICIDADE
Topo

Sobrevivente é encontrado 13 dias após terremoto no Equador

30/04/2016 20h42

Quito, 30 Abr 2016 (AFP) - Um homem de 72 anos foi resgatado com vida por socorristas venezuelanos 13 dias depois do forte terremoto de 7,8 de magnitude, que devastou a costa do Equador - informou a embaixada da Venezuela em Quito, neste sábado.

Manuel Vásquez foi resgatado na sexta-feira por uma equipe humanitária da Venezuela, relatou a embaixada em sua página na Internet.

Ele foi encontrado na localidade de Jaramijó, na província de Manabí (oeste), quando os socorristas inspecionavam possíveis riscos na área.

A equipe foi alertada "por sons provenientes de uma estrutura parcialmente em colapso", quando encontraram Vásquez.

De acordo com os socorristas venezuelanos, o homem foi levado para um hospital, com quadro de insuficiência renal crônica, obstrução das vias urinárias, amputação dos dedos do pé, desidratação, desnutrição e desorientação.

Depois do terremoto, o Equador recebeu centenas de socorristas, bombeiros, médicos e especialistas de países como Colômbia, Chile, México, Venezuela e Espanha.

Até o momento, o terremoto registrado no Equador deixou 660 mortos, 32 desaparecidos e mais de 20.000 desabrigados. As equipes de socorro resgataram 113 pessoas, segundo o balanço oficial mais recente.