Morre o padre americano Daniel Berrigan, ativista contra la guerra en Vietnã

Washington, 1 Mai 2016 (AFP) - Daniel Berrigan, um padre jesuíta famoso por seu ativismo contra a guerra no Vietnã, morreu aos 94 anos.

Berrigan, que junto a seu irmão Philip, liderou ativistas católicos em Maryland e incendiou os arquivos locais, uma ação que ajudou a incrementar os protestos contra a guerra em todo o país.

Os irmãos foram julgados e condenados por destruir propriedade estatal, mas quando deveram ir à prisão passaram à clandestinidade, sendo depois presos.

Ao sair da prisão, em 1972, Berrigan, também poeta e dramaturgo, continuou com seus protestos nos anos 80.

Trabalhou em distintas instituições, na Union Seminary, na Universidade Loyola em Nova Orleans, em Columbia, Cornell, Yale e na Fordham, a universidade jesuíta no Bronx de Nova York.

Também escreveu cerca de 50 livros, 15 deles de poesia, que lhe valeram o Prêmio Lamont.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos