Artilharia turca e drones atacam o EI na Síria

Ancara, 2 Mai 2016 (AFP) - A artilharia turca e drones da coalizão antijihadista que decolaram da Turquia atacaram posições do Estado Islâmico (EI) na vizinha Síria, provocando várias baixas, segundo a agência de notícias pró-governo Anatolia.

A agência afirma que 63 membros do grupo EI morreram nos ataques, mas não foi possível confirmar o número com uma fonte independente.

Os bombardeios constituem uma represália aos vários disparos de foguetes atribuídos ao EI, lançados contra a cidade fronteiriça turca de Kilis, que mataram ao menos 18 pessoas este ano.

A agência de notícias afirma que a artilharia turca mobilizada na fronteira com a Síria matou 34 supostos membros do EI.

Além disso, quatro drones da coalizão internacional anti-EI liderada pelos Estados Unidos, e que decolaram da base militar turca de Incirlik (sul) provocaram outras 29 mortes, segundo a Anatolia.

A Turquia, membro da Otan, foi acusada durante algum tempo de apoiar os elementos radicais contrários ao regime sírio do presidente Bashar al-Assad. Mas agora, após uma série de atentados em seu próprio território, alguns deles reivindicados pelo EI, se uniu à coalizão internacional e reforça seu apoio à luta contra os extremistas na Síria.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos